Sobre a UMA

servicesEste projeto é uma proposta pedagógica, voltada à melhoria da qualidade de vida da pessoa adulta e dos idosos, e visa à integração dos mesmos com os alunos de graduação, identificando o papel e a responsabilidade da Universidade em relação às pessoas de terceira idade. Afinal, dentre as instituições públicas e privadas, a Universidade parece ser, no momento, a mais adequada e capaz de estruturar para responder às necessidades específicas para pessoas acima de 45 anos, tais atividades físicas, culturais e sociais.

O trabalho realizado com este projeto significa uma alternativa para as pessoas adultas que a sociedade brasileira exclui, numa fase da vida em que detém experiência acumulada e sabedoria . É um espaço de convivência social de aquisição de novos conhecimentos voltados para o envelhecer sadio e digno e, sobretudo na tomada de consciência da importância de participação do idoso na sociedade enquanto sujeito histórico.

Missão

servicesA nossa política de atendimento à Vida Adulta e ao Envelhecimento Humano tem por missão desenvolver uma abordagem holística, com prioridade para a educação, a saúde, o esporte, o lazer, a arte e a cultura, concretizando, desta forma um verdadeiro desenvolvimento integral dos alunos, buscando uma melhoria da qualidade de vida e o resgate da cidadania.

Leia Mais ›

Onde a UMA está presente

A Universidade da Maturidade está presente em 8 cidades do Estado do
Tocantins: Palmas, Araguaína, Tocantinópolis, Miracema e Região, Porto
Nacional, Gurupi, Brejinho de Nazaré e Arraias, também em Campina Grande-
Paraíba. Além da Universidade Federal do Paraná e Universidade do Amapá.

Depoimentos

  • “O Programa de Extensão Universidade da Maturidade – UMA/UFT, oportuniza pessoas velhas/idosas a viverem a dinâmica da Universidade; ou seja, o Programa é voltado para a população da maturidade e da velhice estimulando o que nos é mais caro, como pessoa: o desenvolvimento cognitivo, a convivência, a sociabilidade, os direitos essenciais à vida e a liberdade proporcionada pelo acesso ao conhecimento. O Programa não limita essas pessoas a estimulação da musculatura corpórea, mas o desenvolvimento intelectual, a mudança de atitude diante da vida individual e coletiva.”

    1
    Dilsilene Maria Ayres de Santana
    Coordenadora do curso de Pedagogia UFT
  • “A Universidade da Maturidade, como é um programa de extensão, amplia a concepção de extensão universitária em função do valor social que o programa
    tem para a vida das pessoas envolvidas. A questão do trabalho com a qualidade de vida, assim como o vinculo ao curso de pedagogia, possibilita uma formação dos nossos pedagogos da Universidade Federal do Tocantins para um trabalho que envolve desde a infância à velhice, dando a dimensão completa do desenvolvimento Dilsilene Maria Ayres de SantanaCoordenadora do curso de Pedagogia UFTA Universidade da Maturidade está integrada ao Programa de Pós-graduação em Educação da UFT através da linha de pesquisa – Estado, Sociedade e Práticas Educativas. Ao concebermos a pesquisa em educação com política pública reconhecemos que a proposta pedagógica da UMA é fundamental para a formação do Mestre em Educação que precisa produzir conhecimento multidisciplinar aplicado ao contexto social.”

    2
    José Damião Trindade Rocha
    Diretor - DTE Coordenador UAB na UFT
  • “A Universidade da Maturidade está integrada ao Programa de Pós-graduação em Educação da UFT através da linha de pesquisa – Estado, Sociedade e Práticas Educativas. Ao concebermos a pesquisa em educação com política pública reconhecemos que a proposta pedagógica da UMA é fundamental para a formação do Mestre em Educação que precisa produzir conhecimento multidisciplinar aplicado ao contexto social. Um dos saberes necessários à O Programa de Extensão Universidade da Maturidade – UMA/UFT, oportuniza pessoas velhas/idosas a viverem a dinâmica da Universidade; ou seja, o Programa é voltado para a população da maturidade e da velhice estimulando o que nos é mais caro, como pessoa: o desenvolvimento
    cognitivo, a convivência, a sociabilidade, os direitos essenciais à vida e a liberdade proporcionada pelo acesso ao conhecimento. ”

    3
    Profa. Dra. Jocyléia Santana dos Santos
    Coordenadora do PPGE – Mestrado em Educação/UFT