Pesquisar

Agenda

Agosto 2014
Dom seg ter qua qui sex Sáb
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6

Programação

Não tem eventos

Localização

Sede da UMA

Indicar Site

Indique esse site aos seus amigos.
Todas as Notícias

Abraz-TO realiza reunião mensal de apoio aos familiares de pessoas que possuem a doença de Alzheimer

Imprimir PDF

 

Associação Brasileira de Alzheimer no Tocantins (Abraz-TO) realiza, nesta quinta-feira (18), a reunião mensal de apoio aos familiares de pessoas que possuem a doença de Alzheimer, às 19 horas, no Espaço Viver Melhor, na 108 Sul, Alameda 5, ao Lado do Ambulatório Evangélico. No encontro, a advogada Liliane de Moura Borges irá fazer uma relato de experiência, no qual irá contar como foi o diagnóstico e as primeiras providências tomadas ao descobrir que o pai estava com a doença, em 2010.

"O primeiro passo é a aceitação da doença e a procura por conhecimento. No meu caso, a ficha só caiu, em 2011, quando recebi uma grande carga de instrução em um evento da Abraz", disse a advogada. Segundo ela, o contato com pessoas e a busca por informação ajudam a nortear as famílias sobre as o que fazer e como superar as dificuldades.  

O evento é gratuito e aberto a qualquer pessoa que tenha interesse em participar. "O intuito é reunir pessoas de diferentes formações, cuidadores de idosos e familiares para informar sobre a doença e seus mais diversos aspectos. Nós também procuramos levantar a importância de incluir o idoso com alzheimer no convício social" , disse a presidente da Abraz-TO, Neila Barbosa Osório.  

Para a psicóloga da Abraz, Eva Greycianne Borges Leite, quem cuida de uma pessoa com Alzhemeir deve está sempre se atualizando e procurando grupos de apoio para trocar experiência, principalmente porque as emoções ficam abaladas. "Quem cuida de uma pessoa com essa doença deve está saudável, essa é uma atividade que causa um desgaste emocional, o fato dela se cuidar garante que ela se mantenha saudável para cuidar do idoso", explicou Eva Greycianne. 

 

Uso de Medicamentos em Remanescentes Quilombolas é tema de dissertação de Mestrado

Imprimir PDF

 

No próximo sábado ( 20), a mestranda do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Educação da Universidade Federal do Tocantins (UFT) Natália Belo Moreira Morbeck , fará apresentação da sua dissertação, que tem como tema "Abordagem Educativa Para o uso de Medicamentos em Remanescentes Quilombolas: Uma Perspectiva Freiriana". A defesa da dissertação será realizada, às 9 horas, na sede da Universidade da Maturidade (UMA).

A pesquisa foi realizada na Comunidade Quilombola da Malhadinha, em Brejinho de Nazaré, onde a UMA também está desenvolvendo trabalho de educação para idosos.

 


JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL