Pesquisar

Agenda

Agosto 2014
Dom seg ter qua qui sex Sáb
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6

Programação

Não tem eventos

Localização

Sede da UMA

Indicar Site

Indique esse site aos seus amigos.
Todas as Notícias

UMA participa de Encontro e Fórum Nacional em Direitos da Pessoa Idosa

Imprimir PDF

 

Com foco no "Enfrentamento à Violência Contra a População Idosa" a Universidade da Maturidade - UMA/UFT participou, na última quarta-feira, 30-07, do II Encontro de Promotores, Delegados e Defensores e III Fórum Nacional de Gestores/ Estaduais em Direitos da Pessoa Idosa, em Brasília (DF). O evento foi promovido pela Secretaria Nacional dos Direitos Humanos.

Na oportunidade, a Coordenadora da UMA/UFT, Drª Neila Barbosa Osório, o Vice-Coordenador da UMA/UFT, MSc Luiz Sinésio Silva Neto e o Drº. Paulo Fernando Martins foram convidados para representar a Universidade, pois a UMA/UFT trabalha com a temática de direitos humanos, inclusive com convênio com a pasta. "As atividades desenvolvidas pela UMA estão totalmente integradas aos direitos da pessoa idosa, pois nós temos projeto de extensão relacionado a essas questões, inclusive está em execução um trabalho sobre a violência contra a pessoa idosa", disse Neila.

Para a Coordenadora da UMA/UFT, o Encontro fomentou as discussões em relação aos direitos da pessoa idosa e também levantou os vários aspectos relacionados a longevidade, como acesso a educação, a saúde física e mental, participação ativa dos velhos na sociedade e inserção do idoso no mercado de trabalho.

Dentre os temas que foram discutidos no evento, estão as Políticas para a População Idosa  -  Governo Federal, o  Status da Política de Promoção de Direitos da Pessoa Idosa nos Estado e Distrito Federal e o  Impacto do Serviço Disque Direitos Humanos na Defesa dos Direitos  da População Idosa.

UMA

A UMA é um projeto de extensão vinculado à Universidade Federal do Tocantins  -UFT que promove há oito anos, educação, cultura e lazer para idosos a partir de 45 anos de idade. Os velhos que participam do projeto fazem o curso Educadores Políticos Sociais do Envelhecimento Humano que, por meio do convívio social, cultural e lazer, promove a qualidade de vida e resgata a cidadania dos idosos.  

O curso têm duração de 18 meses, ao início das aulas os acadêmicos tem acesso ás disciplinas de: Fundamentos da Gerontologia, Políticas Sociais do Envelhecimento, Informática,  Dança, Anatomia, e Qualidade de Vida.

 

A UMA parabeniza à todos os avós

Imprimir PDF

 

 

A UMA parabeniza à todos os avós

 "Ser avó é repassar todo o carinho e afeto com a experiência de mãe", declara a aluna da Universidade da Maturidade - UMA/UFT, Elizabeth Maia Vallin, de 72 anos, que irá celebrar no Dia dos Avós, no próximo sábado, dia 26, a alegria de ter cinco netos.

 Com muita história para contar, Elizabeth relata que apenas a pequena Maria Carolina, de 7 anos, mantém contato diário com ela, já que os outros netos estão nos Estados Unidos. A menina que tem síndrome de down é muito apegada a avó. "Eu cuido dela desde os quatro meses de idade e quando não nos vemos sentimos muita falta uma da outra", diz Elizabeth.

 E por conta da neta, Elizabeth afirma que é uma avó em sintonia com as novas tecnologias e está sempre antenada nas redes sociais. "Eu me tornei uma avó moderna, estou constantemente procurando informações na internet e faço parte de vários grupos que tem pessoas com Down na família. No ambiente virtual eu procuro textos atuais sobre a doença, coisas que podem ajudar a família", fala a avó.

 Destacando as relações intergeracionais, a UMA tem dentre as suas publicações, o Livro Avô-Neto: Uma relação de risco e afeto, no qual é expressado o diálogo entre esses dois atores para a formação integral do neto, principalmente nos aspectos cultural, psico-evolutivo e formativo.

 Dia dos avós

 O dia dos Avós é comemorado no dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo. Eles são padroeiros do avós e a história deles remota ao século I A.C.. Segundo a narrativa religiosa, Ana e seu marido, Joaquim, viviam em Nazaré e não tinham filhos.Um dia um anjo do Senhor apareceu e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter uma menina a quem batizaram de Maria. 

 

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

 


JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL